Federação Intersindical das Indústrias Metalúrgicas, Químicas, Eléctricas, Farmacêutica, Celulose, Papel, Gráfica, Imprensa, Energia e Minas - CGTP-IN

20240506EfacecEsta manhã, cerca de duas centenas de trabalhadores das empresas do Grupo Efacec fizeram greve e concentraram-se, durante duas horas, em frente às instalações da empresa na Arroteia. A luta prossegue de tarde e nos dias 8 e 10.
6.5.2024

 

As greves e concentrações, como informou o SITE Norte, foram marcadas para hoje, quarta e sexta-feira, das 8h30 às 10h30 e das 17h00 às 19h00, tendo por objectivos:

• Negociação do Caderno Reivindicativo;
• Defesa de todos os postos de trabalho;
• Continuidade da Efacec enquanto empresa estratégica para a região e o País.

Vigora ainda um pré-aviso de greve a todo o trabalho extraordinário, no mês de Maio.

Esta série de acções de luta foi decidida em plenários de trabalhadores, a 17 de Abril, como «grito de alerta».
Como refere o sindicato, num comunicado de dia 2, os trabalhadores reivindicam aumentos salariais e outras matérias que constam do Caderno Reivindicativo apresentado e estão preocupados com o presente e o futuro dos seus postos de trabalho.

A administração nomeada pela Mutares – o fundo de investimento a quem o Governo pagou 395 milhões de euros para ficar com a Efacec, em Novembro do ano passado – avançou com um despedimento colectivo na Efacec Engenharia no passado mês de Abril.

Com a sua luta, os trabalhadores pretendem afirmar que não ficam impávidos e serenos, enquanto o futuro da empresa e os seus postos de trabalho podem estar a ser postos em causa.

 

Ver também
Nota de imprensa do SITE Norte, com contactos para declarações
Comunicado aos trabalhadores da Efacec
— Pré-avisos de greve: Efacec Energia, Efacec Engenharia e Sistema, Efacec Electric Mobility, Efacec Serviços Corporativos, trabalho suplementar

 

Subscrever notícias (mailing list)